Review – Grandes Astros do Faroeste

1

Com a reformulação dos Novos 52 ocorrida em 2011 no universo DC todos os antigos títulos da editora foram cancelados e surgiram então novos 52 títulos desconsiderando tudo que já havia acontecido anteriormente, reiniciando a cronologia praticamente do zero. No meio disso tudo a revista solo do Cowboy com a “marca do demônio”, JonahHex, foi substituída por “All Star Western”, uma revista onde o mal encarado caçador de recompensas passa a dividir suas páginas com outros heróis do oeste.

A Panini prometeu trazer todos os 52 títulos da reformulação da DC para o Brasil, e cumprindo a sua palavra finalmente essa maravilhosa publicação chegou a solo nacional em um encadernado que reúne todas as seis primeiras edições americanas.

Um ponto maravilhoso das revistas do Jonah antes da reformulação era que suas edições apresentavam histórias isoladas e independente, o que não obrigava os leitores a comprar a HQ todo mês, por mais que a qualidade do roteiro obrigasse a isso indiretamente. Quando anunciaram a nova revista disseram que isso iria mudar, agora teríamos histórias continuadas, e com isso fiquei receoso, mas dei crédito a Justin Gray e Jimmy Palmiotti (os roteiristas por trás do título) pelo maravilhoso trabalho que fizeram nos volumes lançados anteriormente e digo que não me arrependo, a edição está, como de costume, fenomenal.

A primeira história do encadernado nos apresenta JonahHex indo para uma Gothan City de 1880 para resolver um caso para o qual foi contratado e acaba formando uma inesperada, porém muito divertida, dupla com o Doutor Arkham (o homem que futuramente criaria o sanatório onde os vilões do Batman ficam presos), mas ele acaba ficando mais tempo do que gostaria na cidade o que lhe garante muitos problemas. Problemas e encontros com antepassados de alguns conhecidos nosso como Bruce Wayne e do Pinguim.

Os roteiros como falei antes estão primorosos, a dupla Justin e Jimmyescrevem as aventuras de JonahHex com uma facilidade que encanta, a personalidade forte do homem do oeste entra em contraste com os modos e costumes das pessoas da cidade grande, o que gera momentos engraçado. Esse contraste é realçado principalmente pelas conversas ente o caçador de recompensas e o Dr. Arkham. É interessante notar também que Gotham já era uma cidade decadente desde seus primórdios.

A arte do Moritat combina muito bem com os roteiros, e merece um parabéns extra pelas páginas 37 à 39, onde temos uma sequência de tiroteio sendo conduzida esplendidamente.

Para fecharmos a história do caçador de recompensas temos um gancho para próxima edição com a breve aparição de Asa Noturna e Pássaro Flamejante, que promete coisa boa para o próximo encadernado.

Só pela história principal a compra já valeria a pena, mas somos brindados também com mais duas histórias curtas. A primeira, dividida em duas partes, nos mostra El Diablo, a personificação da vingança, tendo de enfrentar uma cidade infestada de pessoas amaldiçoadas, ao melhor estilo infestação de zumbis. História curta, mas bem divertida, com arte do magnífico JordiBernet.

Para fechar o encadernado temos a história do Espirito Bárbaro, que conta aorigem da personagem criada pela própria dupla de roteiristas e pelo desenhista Phil Winslade. É dividida em três partes que, pelo final, promete uma boa continuação. É interessante que essa história trata da imigração Chinesa para a América no período do oeste selvagem e a protagonista é uma mulher, fugindo um pouco do padrão dos heróis carrancudos com o qual estamos acostumados.

Grandes Astros do Faroeste possui 180 páginas, com capa cartonada e um acabamento de primeira e custa R$21,00, se você gosta de boas histórias é compra certa, se você gosta do cowboy com a cara mais feia do oeste é compra certa também.

Só é uma pena que com esse lançamento a Panini tenha, por hora, desistido de lançar o material anterior aqui no Brasil, onde foram publicado ao todo 36 edições americanas em 6 encadernados nacionais, praticamente a metade do total de 70 edições que foram lançadas no território americano.

Vamos torcer para que eles mudem de ideia.

Autor: João V.

Postado em: HQ
  • Tião

    Ahhh…finalmente o servidor saiu do cu do maia…acho que devia ter ficado por lá mesmo…

    Só pra não percer o costume :

    Vai tomar no cu Sardi !

    • maia

      Essa parada! e se tudo sair certo domingo tem cast com o corto do mdm!

      • Tião

        Voltou com chave de merda hein….ta acabando de vez com o site