Resenha da saudosa – GET DOWN

Certo dia eu estava voltando pra casa e reparei em um dos letreiros dos pontos do VLT e percebi uma propaganda um tanto curiosa, na propaganda três personagens se destacavam, dois homens fazendo poses de kung fu e uma garota de saia.

Achei interessante e memorizei o nome GET DOWN e isso me marcou, no sábado seguinte eu estava sem ter o que fazer no curso e aluguei o VHS da série e comecei a assistir no ônibus enquanto voltava para casa.


A serie é ambientada no Bronx na década de 70/80 e dessa vez vemos a vida pelo ponto de vista das minorias que narram a história. Inicialmente nós vemos três personagens: Ezekiel “Books”Shaolin Fantastic e Mylene Cruz, todos os três tem amor pela música e são guiados por ela.

Books é um jovem com talento para poesia e é visto por sua professora, tia e outras pessoas como um líder nato.

Mylene é a garota sonhadora com o pai pastor opressor que impedia a filha de cantar música disco,porque é música do capiroto, algo que faz ela fugir (ser expulsa) após dançar na Les Inferno.

Shaolin é um grafiteiro que trabalha para Fat Annie, que controla a venda de drogas na região e também dona da boate Les Inferno (já citada) e tem o sonho de se tornar algo novo,um DJ, mas não como os da época que só tocavam os discos e sim aqueles que “arranhavam” os discos e davam espaço para os Mestres de cerimônia ou simplesmente “MC’s“.

 

Os núcleos são bem construídos e logo nos primeiros episódios temos Books tentando pedir Mylene em namoro e recebendo um sonoro NÃO e tentando conquistar ela de qualquer jeito, em meio a isso Shao deixa sua marca pela cidade com seus pumas vermelhos até receber duas missões de seu Mestre DJ, a primeira era de encontrar um disco super raro que não deveria nem existir e a segunda missão era mais complicada, bem complicada, encontrar um poeta para rimar ao lado dele.

Em meio a essa trama os destinos de Books e Shao se encontram e mais tarde os outros três amigos de Books entram para equipe do DJ e buscam formar seu próprio reino e Mylene busca brilhar como uma cantora de música Disco.

Algo que me chamou muita atenção na série foi o fato de mesclarem imagens com a qualidade atual com imagens “da década de 80” dá um tom real para a série.

Outra coisa que marcou muito bem a série foram as músicas que foram bem escritas e MUITO BEM EXECUTADAS, quem gosta de música tem que assistir Get Down.

Os atores são incríveis os núcleos de coadjuvantes são bem trabalhados e não simplesmente jogados como algumas séries costumam fazer ignorando os secundários e focando apenas nos protagonistas.

A trama não é boba, mas também não é pesada e dark,é um meio termo que deixa tenso em certas partes e te deixa aliviado em outros.

O roteiro vale a pena e os trens com frases que surgem em momentos específicos são pontos extras para a série.

O começo do Hip-Hop, o fim da Era Disco, gangues e drogas no Bronx e muito mais.

Vale a pena ver essa série.

Nota 10/10

Basicamente, assista essa série na Netflix ou alugue o VHS,mas assista.